CASAMENTOS Estação Marupiara

Isabella e Theo | Estação Marupiara | Campinas

Pra descrever esse casamento nada melhor do que usarmos o momento mais bonito desse casamento que foi a cerimônia, onde teve uma significado e sentido descrito pela mãe do Theo como "nascimento". Ela leu um texto tão bonito que achamos que todos deveriam ter o prazer de ler e se sentir lá.

Campinas, 05 de setembro de 2015

 

Esta semana, a natureza nos trouxe pelas ruas da cidade a sua presença gloriosa.

Natureza que nos ensina, outras vezes nos estarrece --- e nos encanta.

Falo dos ipês brancos!

Os ciclos da natureza estão na vida das pessoas desde sempre a anunciar passagens, eventos

como por exemplo , os ipês amarelos --- estes quando florescem é porque a geada não mais

virá. Quem semeia quer colher e fica atento aos sinais e conta com as boas aventuranças.

Estes dias, os ipês brancos desabrocharam num tamanho esplendor, suas copas floridas como

grandes bouquets a festejar pouco a pouco este enlace, essa união de nossos queridos e

amados filhos Isabella e Theo. Vamos associar esta data 5 de setembro de 2015 aos ipês

brancos. Suas flores são efêmeras, duram apenas alguns dias. Esta efemeridade nos lembra

que a vida é impermanente e ao mesmo tempo, assim como estas árvores de raízes profundas

e vigorosas, a vida pode se inspirar.

A eternidade, conclamos pela nossa alma que retém na memória estas imagens vividas , estes

olhares, estas presenças.

Em “Poema de amor “ de Shakespeare”, este nos lança :

“Amor é um marco eterno, dominante

Que encara a tempestade com bravura.

É astro que norteia a vela errante, cujo valor se ignora lá na altura

Amor não teme o tempo, muito embora seu alfanje não poupe a mocidade.

Amor não se transforma de hora em hora, antes se afirma para a eternidade.”
( Tamara C. França)

A Isa e o Theo escolheram a Estação Marupiara, poucos convidados mas muito sentimento envolvido em cada detalhe. E depois de uma pequena chuva na cerimônia, parece que as palavras da Tamara fizeram sentido.
"Logo após a geada os ipês amarelos floresceram!"
E esses ipês puderam brilhar a noite inteira em todo o seu resplendor acompanhado de cada elemento importante que estava presente e fazendo parte daquele dia.

Isa e Theo, foi intenso e prazeroso fazer parte desse dia, o dia em que os ipês floresceram!